Torção de cordão espermático: uma emergência urológica / Torsion spermatic cord: a urologic emergency

Luiz Guilherme de Moraes Matheus, Carolina Pontes Lima, Daniel de Castilho

Resumo


A torção do cordão espermático constitui uma das principais causas de escroto agudo em especial nas crianças e púberes, apresentando, portanto, característica bimodal. Caracteriza-se como uma emergência cirúrgica, uma vez que o não diagnóstico ou o atraso deste pode causar danos graves ao paciente, incluindo a inviabilidade testicular, tendo em vista que a evolução da lesão se correlaciona diretamente ao tempo de torção do cordão. Afeta anualmente aproximadamente 4 para cada 100 mil homens com idade inferior a 18 anos. O quadro clínico é evidenciado por dor unilateral em região escrotal de início súbito, pode estar acompanhado náusea, vômito e sintomas urinários. O tratamento baseia-se na abordagem cirúrgica a fim de reestabelecer o fluxo sanguíneo para o testículo acometido. O presente artigo tem como objetivo evidenciar a importância do conhecimento de tal condição pelo médico cirurgião, uma vez que o tempo é fator crucial no desfecho da torção do cordão espermático.

Descritores: Cordão espermático, Escroto, Testículo, Torção de cordão espermático, Urologia, Emergências


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.