Velhice e envelhecimento: experiências de idosos em unidades de terapia intensiva / Old age and aging: experiences of the elderly in intensive care units

Pollyana Lira Harris, Gustavo Guimarães Proti

Resumo


A velhice e o processo de envelhecimento trazem diversas modificações ao indivíduo, desde físicas, que são mais perceptíveis, até psicológicas e sociais que algumas vezes, não são compreendidas pelos que rodeiam o velho. Objetivo: descrever e analisar as representações e implicações da velhice e da experiência de envelhecer para idosos internados em UTI e, identificar as possibilidades de melhoria neste atendimento. Métodos: É uma pesquisa de caráter qualitativo. Após a aprovação do CEP(CAAE: 01444512.2.0000.5479) foram entrevistados 10 doentes idosos. As entrevistas foram realizadas de forma informal, guiadas por um roteiro e gravadas. Foram incluídos indivíduos com 60 anos ou mais, internados na UTI que aceitaram participar da pesquisa. Foi realizada no Serviço de Terapia Intensiva do Hospital Central da Santa Casa de São Paulo. Resultados: A média de idade dos entrevistados foi de 66 anos, a maioria sem estudo, provenientes de vários lugares do Brasil. Esses velhos não encontraram relação entre o envelhecimento e a doença que apresentavam. Mostraram uma visão positiva sobre a velhice, repleta de conquistas relacionadas principalmente à família. A configuração familiar comunitária refletiu no processo de envelhecimento de forma otimista e tranquila. Estes idosos dependiam do SUS no tratamento de suas doenças. Ao serem tratados na Santa Casa se mostraram muito gratos. Conclusão: A solidão somente apareceu quando falaram da estadia na UTI. Foi este um dos temas apontado como possibilidade de melhoria. A opção de um familiar permanecer junto ao seu ente querido poderia ser oferecida desde o momento da chegada do idoso na UTI.

Descritores: Ética, Envelhecimento, Idoso, Unidades de terapia intensiva


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.