Fratura em osso patológico / Fracture in a pathological bone

José Donato de Próspero, Elio Consentino, Pedro Péricles Ribeiro Baptista, Eduardo Sadao Yanomine, Geanete Pozzan, Karen Voltan

Resumo


A experiência acumulada em cerca de 40 anos dedicados ao estudo de pacientes com doenças ósseas, não foram raros os casos em que deparamos erros de conduta, muitos dos quais foram de fraturas que ocultavam doenças não diagnosticadas. Nosso objetivo é, portanto, conceituar e relatar os processos patológicos que podem levar a “fraturas em osso patológico”. Com finalidade didática procuramos incluir as doenças ósseas nos capítulos da patologia, a saber: Displasias, distúrbios circulatórios, alterações degenerativas, inflamações e neoplasias. Este relato pretende alertar os profissionais da área ortopédica para as inúmeras possibilidades de doenças que determinam fraturas abordando aspectos clínicos, de imagens, de laboratório e anatomopatológicos, complementando-os com a etiologia e o mecanismo patogênico. Conclusões: não raramente, fraturas ósseas ocultam processos patológicos que podem resultar em condutas ortopédicas inadequadas. Fraturas simples ou complexas devem ser analisadas de modo multidisciplinar. Exemplos de cada uma das alterações procuram demonstrar e divulgar a diversidade de doenças que não raramente se manifestam com fraturas.

Descritores: Fraturas espontâneas, Fraturas ósseas/patologia, Osso e Ossos/patologia, Neoplasias ósseas


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.