Perfil metabólico de adolescentes de uma escola pública de São Paulo / Metabolic profile of adolescents of a public school of São Paulo

Arlete Esteves Lopes, Adriana Ackermann, Dith Medeiros de Mesquita, Lene Garcia Barbosa

Resumo


Objetivos: avaliar o perfil metabólico de um grupo de adolescentes, tendo por base a determinação da prevalência de sobrepeso e obesidade, a identificação de alterações metabólicas e a utilização da bioimpedância elétrica (BIA) como método de avaliação nutricional. Metodologia: estudo transversal realizado com adolescentes com idade entre 10 e 16 anos de uma escola pública de São Paulo. As medidas antropométricas e a BIA foram realizadas na escola e embasaram a classificação nutricional. Foram utilizados exames laboratoriais para detecção de possíveis desordens metabólicas decorrentes do excesso de peso. Em associação, aplicou-se um questionário de frequência alimentar para avaliar um dos possíveis desencadeantes da obesidade. Resultados: 30% dos adolescentes avaliados estavam em sobrepeso e 4,7% eram obesos. Os dados da BIA evidenciaram forte correlação entre o excesso de peso a os maiores índices de gordura corporal. A alteração metabólica mais encontrada no grupo com sobrepeso e obesidade foi o baixo HDL (63%), sendo a hipercolesterolemia encontrada em 27% dos casos. Erros alimentares foram observados em todos os adolescentes com sobrepeso, sendo este um importante fator relacionado à obesidade. Conclusões: o processo de transição nutricional se faz presente no grupo estudado, com uma alta prevalência de sobrepeso. As alterações metabólicas encontradas confirmam a presença de danos progressivos ao organismo, que culminam em uma série de doenças na vida adulta, além da necessidade da pesquisa do perfil lipídico e glicêmico nas consultas de rotina de crianças e adolescentes.

Descritores: Obesidade infantil, sobrepeso, bioimpedância elétrica


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.