A mensuração com o Peak Flow tem valor na avaliação de pacientes com escoliose idiopática do adolescente? / Measurement with the Peak Flow has value in the evaluation of patients with adolescent idiopathic scoliosis?

Vera Lúcia dos Santos Alves, André Reis Carvalho, Gabriela Cordon Martines, Osmar Avanzi

Resumo


Objetivo: Comparar os valores do pico de fluxo expiratório (PFE) alcançados na espirometria e na mensuração dada pelo equipamento portátil em pacientes com escoliose idiopática do adolescente. Métodos: Foram avaliados prospectivamente 20 indivíduos com escoliose idiopática do adolescente (EIA), de ambos os sexos, com idade variando de 10 a 18 anos e indicação para correção cirúrgica da deformidade, que foram submetidos a avaliação radiográfica, prova de função pulmonar com análise do pico de fluxo expiratório e mensuração do fluxo expiratório com equipamento portátil. Resultados: Há correlação positiva e p < 0,001 para comparação entre a avaliação de PFE dada na prova de função pulmonar e equipamento portátil de avaliação de PFE. Conclusão: Concluímos que a mensuração pelo Peak Flow pode substituir, efetivamente, a mensuração do PFE.

Descritores: Escoliose, Espirometria, Teste de esforço


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.