Investigação dos aspectos bioéticos envolvidos na assistência religiosa a pacientes com transtornos mentais graves internados em um hospital psiquiátrico / Investigation of the bioethical issues involved in religious assistance to patients with severe mental disorders admitted to a psychiatric hospital

Marjorie Moreira Arruda, Isis Marafanti, Mailu Enokibara da Silva, Maria Carolina Pedalino Pinheiro, Pedro Shiozawa, Quirino Cordeiro

Resumo


A assistência religiosa a pacientes com transtornos mentais graves internados é questão pouco discutida entre psiquiatras. Aspectos legais asseguram o direito à assistência religiosa aos pacientes, entretanto aspectos específicos do quadro clínico do paciente, como a presença de delírios místico-religiosos, conduzem à reflexão e cautela em determinadas situações. Assim, o presente trabalho teve como objetivo investigar a posição de psiquiatras e familiares sobre a assistência religiosa a pacientes com transtornos mentais graves internados em hospital psiquiátrico, bem como se a posição acerca desse assunto sofria influência de aspectos da religiosidade dos participantes da pesquisa. Para tanto, 40 indivíduos foram estudados, sendo 24 psiquiatras e 16 familiares. Os resultados do estudo mostraram que, embora não tenha havido diferença estatisticamente significante, psiquiatras apresentaram menor tendência para aceitar assistência religiosa a pacientes internados com transtornos mentais graves, especialmente para aqueles que apresentam quadros psicóticos. Os psiquiatras também apresentaram menores níveis de religiosidade, quando comparados com os familiares, porém tal fenômeno não mostrou associação com o fato de aceitarem menos a assistência religiosa. Isso pode ser explicado pelo tamanho da amostra do estudo. Assim, durante a internação de pacientes com transtornos mentais graves, pode-se estabelecer situações de conflitos bioéticos entre psiquiatras e familiares no que tange à aceitação de assistência religiosa para os pacientes. Desse modo, é necessário construir novas propostas de cuidado em saúde mental, sempre de forma congruente aos princípios bioéticos, nas quais, caso a caso, eventuais conflitos sejam manejados sempre buscando o melhor cuidado ao paciente.

Descritores: Hospitais psiquiátricos/ética, Saúde mental, Psiquiatria, Bioética, Espiritualidade, Religião


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.