Influência da religiosidade na qualidade de vida de pacientes com transtorno afetivo bipolar / Influence of religiosity on the quality of life in patients with bipolar affective disorder

Maria Carolina Pedalino Pinheiro, Fernando Morcelli Duarte, Marsal Sanches, Ricardo Riyoiti Uchida, Quirino Cordeiro, Giancarlo Lucchetti

Resumo


O transtorno afetivo bipolar (TAB) possui alta prevalência e elevado potencial de morbidade. A prevalência do TAB ao longo da vida é de aproximadamente 1%. A religiosidade, que tem sido cada vez mais estudada, é encontrada tanto como fator de desencadeamento e agravamento de doenças mentais quanto como de proteção e melhora. Este trabalho objetivou comparar o grau de religiosidade, números de episódios depressivos ou maníacos, aderência ao tratamento e qualidade de vida de pacientes ambulatoriais portadores de transtorno afetivo bipolar, com um grupo controle composto por indivíduos sem patologias psiquiátricas.

Descritores: Transtorno bipolar, Transtorno depressivo, Religião, Espiritualidade


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.