Divertículo de uretra feminina assintomático

Paulo Eduardo Goulart Maron, Matheus Pereira Vieira, Andre Costa Matos, Luis Gustavo Morato de Toledo, Hallisson Castro da Costa, Moacir Rafael Radaelli Martins, Marjo Deninson Cardenuto Perez

Resumo


Divertículo de uretra feminina é uma afecção rara, com sintomas
inespecíficos, podendo apresentar complicações locais
como infecção, litíase diverticular, degeneração maligna,
dentre outras. É diagnosticado por meio de exame físico e
exames de imagem. O tratamento na maior parte dos casos
é cirúrgico. Relata-se o caso de uma paciente apresentando
divertículo de uretra multisseptado, de grande tamanho,
totalmente assintomática, em acompanhamento clínico há
cinco anos. O tratamento cirúrgico é bem estabelecido e
a técnica de Leach (transvaginal) é a mais utilizada, com
tendência atual para tratamento operatório em todos os casos
devido aos já citados riscos, principalmente de malignização.
Em pacientes assintomáticas o acompanhamento clínico
ambulatorial é factível, sendo justificado pelo baixíssimo
risco de câncer evidenciado por escassos relatos de caso, além
de importantes sequelas pós-operatórias possíveis.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.