Características de crianças e adolescentes portadores de Diabetes Mellitus tipo 1 ao diagnóstico. Comparação entre dois períodos com dez anos de diferença em serviço universitário / Characteristics of children and adolescents with type 1 Diabetes Mellitus at diagnosis. Comparison of two periods ten years apart in a University Hospital

Marcelo Damaso Maruichi, Daniela Mayumi Takamune, Renata Maria de Noronha, Hannah Peixoto Schechtman, Marina Santorso Belhaus, Cristiane Kochi, Osmar Monte, Luís Eduardo Procopio Calliari

Resumo


O diabetes mellitus tipo 1 (DM1) é uma das doenças crônicas mais comuns na infância. Se houver atraso no diagnóstico e no início do tratamento, o paciente pode evoluir com cetoacidose diabética (CAD). É conhecido que a incidência do DM1 vem aumentando nas últimas décadas. O objetivo deste trabalho foi avaliar as características, ao diagnóstico, de pacientes portadores de DM1, comparando dois períodos com intervalo de 10 anos. Para tanto, foi realizada análise retrospectiva de prontuários de pacientes diagnosticados com DM1 nos anos de 1998 e 2008, atendidos no Ambulatório de Endocrinologia Pediátrica da Santa Casa de São Paulo. Observou-se que a idade média ao diagnóstico em 1998 foi 7,7 anos (+/- 4 anos) e em 2008, 6,8 anos (+/- 4 anos). A CAD ao diagnóstico esteve presente em 64% dos pacientes em 1998 e em 67% em 2008. Os pacientes menores de cinco anos corresponderam a 32% do total de pacientes em 1998 e a 41% em 2008. Nesse grupo, a CAD ao diagnóstico esteve presente em 79,3% das crianças em 1998 e em 66% em 2008. Com base nos dados obtidos, concluiu-se que os pacientes têm sido diagnosticados em idades mais precoces e com CAD ao diagnóstico em proporção igualmente elevada em ambos os períodos. Houve aumento na prevalência de diagnósticos de DM1 em crianças com menos de cinco anos de idade.

Descritores: Diabetes mellitus tipo 1/diagnóstico, Cetoacidose diabética, Criança, Adolescente


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.