Febre em idosos

Milton Luiz Gorzoni, Irineu Francisco Delfino Silva Massaia, Sueli Luciano Pires, Lilian de Fatima Costa Faria, José Viana Lima Júnior

Resumo


Introdução: Idosos tendem a apresentar temperaturas corporais menores do que as de adultos jovens. Isto gera, na prática clínica, dificuldades para definir qual a variação da temperatura basal decorrente do processo do envelhecimento e a quantificação de febre no idoso. Objetivo: Determinar parâmetros que auxiliem a avaliar temperaturas axilares em idosos. Material e método: Avaliou-se literatura pertinente ao objetivo proposto, procurando-se regras ou tabelas com valores de temperatura normal e de febre em idosos (idade ≥60 anos). Resultados: A literatura consultada apresentou poucos estudos sobre temperatura axilar e idosos. Há, porém, dois dados úteis para a prática clínica: (1) decréscimo de 0,15ºC/década de vida na temperatura basal média, (2) considerar febre aumentos ≥1,1°C da temperatura basal em idosos. Conclusão: Há parâmetros que podem auxiliar na definição adequada de estados febris em idosos.

Descritores: Temperatura corporal, Febre, Idoso


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.