Câncer do colo do útero: Registro do Hospital Pérola Byington

Antônio Sérgio Gomes Veludo, Erika Klein Marques, Luiza Nadya Aguilar Sonaglia, Roberto Euzébio dos Santos, José Carlos Pascalicchio, Luiz Henrique Gebrim

Resumo


Resumo O câncer do colo uterino é a segunda neoplasia mais frequente no sexo feminino em todo o mundo. Estima-se que a incidência mundial esteja em torno de 500.000 novos casos/ ano, sendo que 80% dos casos invasivos são diagnosticados em países em desenvolvimento. No Brasil, a sua incidência está em primeiro lugar entre todos os tumores do aparelho genital feminino. Este estudo teve por objetivo analisar a incidência, a distribuição etária, a extensão clínica, a frequência dos tipos histológicos e as modalidades terapêuticas em câncer do colo do útero de 1465 mulheres atendidas no Centro de Referência da Saúde da Mulher no Hospital Pérola Byington no período de 01 de janeiro de 2001 a 31 de dezembro de 2006, dados colhidos do Registro Hospitalar de Câncer. Os resultados indicam que o câncer do colo do útero representa 69,3 % dentre os tumores ginecológicos atendidas no serviço. Com relação à faixa etária, a maior incidência está na quarta e quinta década de vida e o estádio clínico III representa a extensão clínica mais frequente. A linhagem histológica habitual foi representada pelo carcinoma espinocelular (93%), seguido pelo adenocarcinoma com 6,15% dos casos. A cirurgia exclusiva (41,2% dos casos) foi a modalidade terapêutica inicial mais utilizada. O câncer do colo uterino reflete de modo significativo a desigualdade social da população e a dificuldade de acesso aos serviços de saúde. É a maior causa única de perda de anos de vida por câncer nos países em desenvolvimento.

Descritores: Neoplasias do colo uterino, Incidência, Saúde da mulher, Registros hospitalares, Estudos retrospectivos


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.