Eletroterapia como primeira linha no tratamento da bexiga hiperativa (BH)

Andrea de Andrade Marques, Viviane Herrmann, Neville de Oliveira Ferreira, Renata Vidigal Guimarães

Resumo


Resumo Bexiga Hiperativa (BH) é uma síndrome de alta prevalência, caracterizada por urgência miccional, com ou sem incontinência de urgência, geralmente acompanhada por frequência e noctúria, em pacientes sem infecções ou outras patologias. O tratamento conservador tem sido recomendado como primeira linha para o tratamento da BH. Esse artigo consiste em revisão da literatura sobre o tratamento conservador, especificamente a eletroterapia. A conclusão é que a eletroterapia consiste em modalidade eficaz, não invasiva, de fácil aplicação e relativamente com poucas contra-indicações, devendo assim ser considerada como primeira linha no tratamento da BH.

Descritores: Bexiga urinária hiperativa/terapia; Transtornos urinários/terapia, Incontinência urinária/terapia, Soalho pélvico, Terap


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.