Determinação dos valores do ácido fólico sérico na gravidez norma

Maria Helena Setsuko Morita, Mônica Vázquez Lopez

Resumo


Resumo Objetivo: avaliar a concentração sérica do ácido fólico em gestantes normais. Métodos: estudaram-se 62 grávidas, atendidas no ambulatório de Pré-natal do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da Santa Casa de São Paulo, denominadas de Grupo A (de estudo ou de gestantes). Foram agrupadas nos três trimestres de acordo com idade gestacional (subgrupos A1, A2 e A3); o grupo-controle, denominado de B (ou não gestantes), constou de 31 mulheres normais, no menacme, não grávidas, atendidas no ambulatório de Ginecologia do mesmo Departamento. Utilizou-se o método de dosagem por radioisótopos. Resultados: obtiveram-se médias dos valores séricos de ácido fólico para o grupo de grávidas de 4,3094 + 2,0663 ng/ml, quando tomado em conjunto e de 4,9589 + 2,1822 ng/ml, 4,0170 + 1,9141 ng/ml e 4,0285 + 2,0847 ng/ml para o primeiro, segundo e terceiro trimestres, respectivamente. Para as não grávidas encontrou-se média de 4,3403 + 1,6747 ng/ml. Estes resultados não se mostraram diferentes quando a média dos valores do grupo de grávidas foi comparada com a das não grávidas; tampouco foram diferentes as médias dos valores séricos de ácido fólico dos três trimestres entre si e quando cotejados, isoladamente, com a média dos valores das não grávidas. Conclusões: Conclui-se que a gravidez não altera a concentração sérica de ácido fólico.

Descritores: Ácido fólico, Gravidez, Defeitos do tubo neural, Volume plasmático, Radioisótopos


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.