Manejo de caso e alta intensividade em um programa de psiquiatria geral de adultos: a experiência do Centro de Atenção Integrada a Saúde Mental da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo

Rodolfo Campos, Érica Kakazu, José Eliézio Aguiar, Andrea Freirias, Ricardo Riyoit Uchida, Sergio Tamai, Marsal Sanches

Resumo


O manejo de caso em psiquiatria ainda é um conceito ambíguo e sua aplicação prática tem diversas formas e abrangência variável. Presta-se atualmente ao tratamento de pacientes com transtornos mentais que necessitam de cuidado diferenciado. Encontra-se aqui descrita uma proposta de adaptação deste modelo, denominada “alta intensividade”, colocada em prática em um serviço de psiquiatria geral de adultos ligado a um hospital universitário.

Descritores: Administração de caso, Psiquiatria, Equipe de assistência ao paciente, Hospitais psiquiátricos


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.