Potencial infeccioso do transporte público de passageiros da cidade de São Paulo

Rodrigo Góes Medéa de Medonça, Guilherme Sciascia do Olival, Lycia Mara Jenné Mimica, Alessandra Navarini, Maria Aparecida Paschoalotti, Pedro Paulo Chieffi

Resumo


Introdução: Estamos rodeados por bactérias e parasitas que podem ou não ser patogênicas; conseqüentemente o contágio de doenças infecciosas via indireta pelas mãos é de extrema importância, especialmente em locais públicos e de aglomeração humana como o transporte coletivo. O objetivo do presente trabalho foi analisar o potencial infeccioso do transporte público da cidade de São Paulo, através da identificação de microrganismos e parasitas isolados em ônibus da cidade Metodologia: Realizou-se, no período de janeiro a julho de 2006, a coleta com “swab” de 120 amostras provenientes de 40 ônibus. Após a identificação dos agentes bacterianos, aplicou-se o teste de sensibilidade em disco difusão Kirby Bauer. Na pesquisa parasitológica utilizou-se fita adesiva transparente (tipo “durex”), passando a face colante da fita sobre as superfícies a serem examinadas em microscópio óptico com aumentos de 100 e 400 vezes. Resultados: Todas as amostras foram positivas na investigação microbiológica, com crescimento de um ou mais microrganismos de origem comunitária. Os 5 microrganismos mais freqüentes foram: Micrococcus sp., Burkholderia mallei, Bacillus subtilis, Acinetobacter baumanii, Staphylococcus coagulase negativo. Na pesquisa parasitológica 5 foram positivas( 3 com cisto de Entamoeba, uma com ovo de nematódeo e outra com cisto de protozoário não identificado.Discussão: Superfícies ou objetos podem albergar microrganismos e parasitas com condição de sobrevivência nesses locais e de possível transmissão para seres humanos. Em todos os balaustres de ônibus pesquisados foram evidenciados microrganismos e/ou parasitas, potencialmente patogênicos para a população. Torna-se necessária limpeza mais eficaz dos transportes públicos, bem como informar os usuários sobre a importância da lavagem de mãos como medidas de promoção à saúde pública. 

Descritores: Transportes, Contaminação, Microbiologia, Bactérias, Parasitos


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.