Tumor seroso do ovário com malignidade limítrofe

Sebastião Piato, José Roberto Morales Piato

Resumo


O tumor ovariano seroso bordeline constitui-se
em variedade com comportamento agressivo significativamente
menor que aquele apresentado pelo carcinoma.
O prognóstico das pacientes com tumor
limítrofe inicial tem sido relatado como excelente,
com taxas de sobrevida global de cinco anos de 80-
90%. A sobrevida das pacientes com tumor seroso
limítrofe avançado, contudo, permanece controversa;
significativas morbilidade e mortalidade têm sido
relatadas entre as mesmas. Cirurgia conservadora
primária, que consiste em salpingo-ooforectomia unilateral,
é tratamento adequado para pacientes jovens
no estádio Ia. Conduta cirúrgica radical e, por vezes,
cirurgia de cito-redução, permanecem como tratamento
primário dos tumores avançados. Análises retrospectivas
acerca do papel da quimioterapia adjuvante
são inconclusivas.
Descritores: Neoplasias ovarianas, Cistadenoma
seroso, Prognóstico, Seguimentos


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.