Análise da sensibilidade ética em estudantes de duas faculdades de medicina da cidade de São Paulo

Marina Tommasini Carrara de Sambuy, Nathalia Pessoa de Barros, Renata de Melo Nogueira, Ligia Andrade da Silva Telles Mathias, José Alvaro Marques Marcolino

Resumo


Resumo Introdução: Alguns estudos têm alertado para a importância do ensino da ética na formação dos estudantes de medicina. As pesquisas sugerem que há uma diminuição da sensibilidade ética e uma inibição no desenvolvimento do raciocínio moral dos estudantes ao longo da graduação em medicina. Objetivos: Medir e comparar a sensibilidade ética em uma amostra de estudantes de duas escolas de medicina da cidade de São Paulo [Brasil]. Material e Método: Foi selecionado de maneira randomizada e convidado a participar do estudo um total de 25 alunos de cada ano da graduação das duas escolas médicas. Os estudantes responderam a um questionário de dados sóciodemográficos e a uma escala de avaliação da sensibilidade ética. Resultados: De trezentos alunos selecionados para o estudo foram recolhidas 266 (88,7%) avaliações, sendo 133 (50%) de cada faculdade. A comparação entre os casos-vinheta de número um, três, quatro e para a soma (teste de Mann-Whitney) mostrou que a pontuação da Faculdade A foi significativamente maior do que da Faculdade B (teste de MannWhitney p < 0,05). A comparação (teste de MannWhitney) da soma dos casos em todos os anos da graduação mostrou que a pontuação da Faculdade A foi significativamente maior do que da Faculdade B para o segundo (p=0,033), para o terceiro (p=0,015) e para o quarto ano (p=0,028). Para o primeiro ano (p=0,062), para o quinto (p=0,054) e o sexto ano (p=0,203) não houve diferença estatística. Discussão: O aumento na sensibilidade ética com a progressão no curso médico contraria os dados da literatura. Pode haver uma associação entre maior sensibilidade ética e a estrutura curricular das faculdades que enfatizam aspectos psico-sociais ao longo da formação do estudante. Esses achados podem reforçar a proposta de que os currículos nas faculdades de medicina devam contemplar o estudo e a discussão de questões éticas durante toda a graduação.

Descritores: Ética; Estudantes de medicina; Educação médica; Humanidades.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.