Avaliação da acurácia da placa de screening com oxacilina para detecção de resistência em cepas de Staphylococcus aureus isoladas de crianças internadas

Marcelo Jenné Mimica, Eitan Naaman Berezin, Rozane de Lima Bigelli Carvalho, Eliana Schneider, Hélio Hehl Caiaffa-Filho

Resumo


Os Staphylococcus aureus resistentes à oxacilina se tornaram um grande problema clínico e também epidemiológico nas últimas décadas. A detecção apropriada desta resistência é vital para que o uso de antimicrobianos e as medidas de controle epidemiológico sejam instituídos da forma mais adequada.
Com o objetivo de avaliar a acurácia da placa de screening com oxacilina para detecção de resistência em cepas de Staphylococcus aureus isoladas de crianças internadas, nós estudamos 73 cepas isoladas de pacientes da Santa Casa de São Paulo. Utilizamos como gold standard a presença do gene mecA. Das 73 cepas, 45 (61,6%) foram mecA-positivas e 28 (38,4%) mecA-negativas. A placa de
screening com oxacilina foi 100% sensível e específica para a presença do gene mecA. . Portanto, tratase de um método que pode ser largamente utilizado
em nosso meio, em que existe alta prevalência de resistência à oxacilina.

Descritores: Staphylococcus aureus, Oxacilina, Resistência a meticilina, Criança hospitalizada


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.