Diabetes mellitus gestacional / Gestational diabetes mellitus

Marcelo Damaso Maruichi, Gustavo Amadei, Marcia Nogueira Castaldi Abel

Resumo


O diabetes mellitus gestacional (DMG) está associado à ocorrência de intolerância à glicose, cujo início ou reconhecimento são evidenciados durante a gravidez e que podem perdurar ou não após o parto. Nos EUA sua incidência é de aproximadamente 4,0%, aumentando o risco de complicações como pré-eclâmpsia, poliidrâmnio e macrossomia fetal. Segundo as diretrizes do Ministério da Saúde, o rastreamento do DMG deve ser realizado já na primeira consulta de pré-natal, através da pesquisa dos fatores de risco e da avaliação glicêmica inicial. Caso seja confirmada a positividade dos resultados, segue-se para o diagnóstico confirmatório, realizado normalmente entre a 24ª e 28ª semana gestacional. Uma vez confirmado o diagnóstico, a gestante deverá ser orientada quanto à necessidade de adequação glicêmica, do estabelecimento de um plano dietético compatível e de um programa de exercícios físicos elaborado individualmente. Caso necessário, deve-se iniciar a insulinoterapia a fim de evitar e minimizar os riscos para a gestante e para o feto.

Descritores: Diabetes gestacional/diagnóstico, Glicemia


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.