Excessiva demora no diagnóstico clínico do câncer de pulmão. Depende do médico, do paciente ou do sistema?

Mariana Lista, Fernanda Cacciatore Bes, José Rodrigues Pereira, Flora Kazumi Ikar, Sueli Mayumi Nikaedo

Resumo


Objetivos: Identificar os fatores que levam ao diagnóstico tardio das neoplasias pulmonares. Casuística e Métodos: Avaliação retrospectiva de informações voluntariamente fornecidas por 372 pacientes com câncer de pulmão admitidos no Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho (ICAVC). Resultados: Após o início dos sintomas, 81,4% dos pacientes procuraram algum serviço médico em até 90 dias; apenas 18,5% dos indivíduos demoraram além de 90 dias para buscar atendimento. Os sintomas que mais freqüentemente motivaram o primeiro atendimento foram: tosse, dor torácica, dispnéia e hemoptise. Em 28% dos casos, pneumonia foi o primeiro diagnóstico formulado; a presença de neoplasia pulmonar só foi cogitada em 20,7% dos primeiros atendimentos. Apenas 6,8% dos pacientes tiveram o diagnóstico confirmado em até 30 dias. Em contrapartida, 36,7% levaram além de seis meses para obter o diagnóstico. Em serviços particulares, o câncer foi diagnosticado mais rapidamente que em serviços públicos. Dispnéia e hemoptise foram os sintomas que mais rapidamente levaram o médico ao diagnóstico correto. Também foram os sintomas que mais precocemente levaram os pacientes a procurar atendimento. Conclusão: Em apenas 18,5% das ocasiões o paciente foi o principal responsável pelo tardio diagnóstico da neoplasia. Em quase 80% dos primeiros atendimentos a presença do câncer de pulmão não foi considerada. Embora a hipótese diagnóstica tenha sido correta em 20% dos atendimentos, apenas 6,8% dos pacientes tiveram seu diagnóstico confirmado em até 30 dias após o início dos sintomas. Os dados acima sugerem que, em nosso meio, o retardo no diagnóstico de uma neoplasia pulmonar deve-se ao binômio médico - sistema de saúde.

Descritores: Neoplasias pulmonares/diagnóstico, Fatores de tempo, Médicos, Pacientes, Sistemas de saúde, Estudos retrospectivos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.