Características epidemiológicas da população brasileira e implicações à condução de pesquisas clínicas / Epidemiological characteristics of the Brazilian population and implications for the conduction of clinical research

Marina de Carvalho Souza Ferreira, Luis Lopez Martinez

Resumo


Objetivo: A Pesquisa Clínica (PC) é um meio fundamental para a redução da carga de doenças mundialmente, proporcionando o desenvolvimento de terapias inovadoras, seguras e eficazes. Para tanto, necessita-se considerar que os participantes nela incluídos sejam representativos da população alvo do produto estudado, garantindo a confiabilidade e a capacidade de generalização dos resultados obtidos. Logo, a inclusão de grupos diversificados resulta, futuramente, em uma maior qualidade na prestação de assistência à saúde. Com isso, buscou-se caracterizar a população brasileira, gerando informações que possam ser relevantes e atrativas para a realização de PC no país, destacando-se a importância da diversidade genética na amostra populacional a ser alocada em PC. Material e Método: Levantamento através de bases de dados científicas e governamentais.  Resultados e Conclusão: A realização de PC no Brasil, além de representar oportunidades de benefícios econômicos, técnicos e estruturais para o país, possui a qualidade de incluir uma população numerosa, composta por uma grande variedade étnico-racial, podendo representar uma vantagem competitiva e estratégica na escolha de países para realização de estudos multicêntricos internacionais.

Descritores: Pesquisa Clínica, Estudo Clínico, Epidemiologia, População, Brasil

ABSTRACT

Objective: Clinical Research (CR) is a fundamental path to reduce the burden of diseases worldwide by providing the development of innovative, safe and effective therapies, mainly through clinical trials. Therefore, the design of a CR needs to consider that the participants included are representative of the target population of the studied product, guaranteeing the reliability and generalization of the results. Thus, the inclusion of diverse groups results in a higher quality in the provision of healthcare. Thereby, we sought to characterize the Brazilian population, generating information that may be relevant and attractive to the development of CR in that country, highlighting the importance of genetic diversity in the population sample to be allocated in CR. Material and Methods: Survey through scientific and governmental databases. Results and Conclusion: Brazil, in addition to providing economic, technical and structural benefits for the development of clinical research, has a large population and comprises a large ethnic-racial variety, which may represent a competitive and strategic advantage in the choice of countries to perform multicenter and international studies.

Keywords:, Clinical Research, Clinical Study, Epidemiology, Population, Brazil


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26432/1809-3019.2019.64.2.142

Apontamentos

  • Não há apontamentos.