Déficits de autocuidado relacionados à eliminação vesical e eliminação intestinal na esclerose múltipla / Self-care deficits related to vesical elimination and intestinal elimination in multiple sclerosis

Gabriela Bezerra, Letícia Chaves Piloto, Anja Kerstin Pereira Bernardes, Marcele Pescuma Capeletti Padula

Resumo


Objetivo: Caracterizar pacientes com Esclerose Múltipla segundo sexo, idade, cor da pele, escolaridade, tempo de diagnóstico da doença, tempo de reabilitação, profissão/ ocupação, medicações em uso; avaliar a capacidade funcional pelo Índice de Barthel; identificar principais déficits de autocuidado relacionado às eliminações vesical e intestinal. Método: Estudo exploratório descritivo, de campo, quantitativo realizado no Centro de Reabilitação e no CATEM do Hospital Central da Irmandade Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. A coleta de dados ocorreu nos meses de agosto a outubro de 2016 e abril de 2017 através da aplicação de 3 instrumentos. (CEP/ISCMSP: CAAE: 56356616.0.0000.5479 e CAAE: 56355816.3.0000.5479). Resultados: A amostra constituiu-se de 27 pacientes onde predominou gênero feminino 66,7%; faixa etária dos 56 a 65 anos 40,8%; cor da pele branca 77,8%; nível de escolaridade ensino médio completo 51,9%; tempo de descoberta do diagnóstico acima de 20 anos 29,7%; tempo que o paciente faz reabilitação até no máximo 6 meses 66,7%; profissão/ocupação com 66,7% aposentados sem desempenhar qualquer ocupação; 55,5% usando medicações para controle da Esclerose Múltipla. O Índice de Barthel evidenciou 48,1% de pacientes com grau de dependência moderada. Os principais déficits de autocuidado relacionado à eliminação vesical identificaram 37,0% da amostra com frequência miccional inferior a 3 horas, 55,6% apresentando perdas de urina na roupa; relacionado à eliminação intestinal identificaram 22,3% da amostra referindo evacuação 1 vez na semana, 40,7% referindo eliminação de fezes endurecidas. Conclusão: A amostra estudada tem características de incontinência urinária e obstipação intestinal sendo relevante papel do enfermeiro junto aos pacientes com Esclerose Múltipla.

Descritores: Esclerose múltipla, Eliminação intestinal, Sistema urinário, Autocuidado

ABSTRACT:

Objective: To characterize patients with Multiple Sclerosis according to gender, age, skin color, schooling, time of disease diagnosis, rehabilitation time, profession / occupation, medications in use; assessing functional capacity by the Barthel Index; to identify major self-care deficits related to bladder and bowel eliminations. Method: Descriptive, field, quantitative exploratory study performed at the Rehabilitation Center and CATEM of the Central Hospital of the Irmandade Santa Casa de Misericórdia, São Paulo. Data were collected from August to October 2016 and April 2017 through the application of 3 instruments. (CEP/ISCMSP: CAAE: 56356616.0.0000.5479 e CAAE: 56355816.3.0000.5479). Results: The sample consisted of 27 patients with a predominance of 66.7% female; age group from 56 to 65 years old 40.8%; white skin color 77.8%; high school education 51.9%; time of discovery of the diagnosis over 20 years 29.7%; time that the patient does rehabilitation until a maximum of 6 months 66.7%; profession / occupation with 66.7% retired without any occupation; 55.5% using medications to control Multiple Sclerosis. The Barthel Index showed 48.1% of patients with moderate degree of dependence. The main self-care deficits related to bladder elimination identified 37.0% of the sample with voiding frequency less than 3 hours, 55.6% presenting urine losses in the clothing; related to intestinal elimination identified 22.3% of the sample referring to evacuation once a week, 40.7% referring to elimination of hardened stools. Conclusion: The studied sample has characteristics of urinary incontinence and intestinal constipation, being an important role of the nurse next to patients with Multiple Sclerosis.

Keywords: Multiple sclerosis, Intestinal elimination, Urinary tract, Self care



Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26432/1809-3019.2019.64.2.113

Apontamentos

  • Não há apontamentos.