Coalizão cuneiforme lateral-cuboide – uma coalizão rara / Lateral cuneiform-navicular coalition – a rare coalition

Márcio Luís Duarte, Lucas Ribeiro dos Santos, José Luiz Masson de Almeida Prado, Marcelo de Queiroz Pereira da Silva

Resumo


Introdução: A coalizão tarsal representa uma comunicação anormal entre ossos do tarso e pode ser óssea, cartilaginosa ou fibrosa, se desenvolvendo de forma secundária a insuficiência da diferenciação e segmentação do mesênquima primitivo nas primeiras fases do desenvolvimento, diminuindo a mobilidade e deformando os pés, quando congênita. Quando adquirida ocorre devido à artrite inflamatória, infecção, trauma, neoplasia, entre outras causas. Relato de Caso: Relatamos o caso de uma mulher de 37 anos com queixa há um mês, desmontando a importância da investigação da causa e a necessidade de atenção por parte do radiologista para a avaliação das coalizões tarsais visto que, uma coalizão, independentemente de quais ossos envolvidos, pode levar a uma sintomatologia limitante.

Palavras chave: Ossos do tarso, Coalizão tarsal, Imagem por ressonância magnética, Deformidades do pé

Abstract

Introduction: Tarsal coalitions represent abnormal bridging between tarsal bones and can be osseous, cartilaginous, or fibrous, developing secondary to failure of differentiation and segmentation of the primitive mesenchyme in the first stages of development, decreasing mobility and deforming the feet, when is congenital. When acquired it occurs due to inflammatory arthritis, infection, trauma, neoplasia and other causes. Case report: We report the case of a 37-year- -old woman with a complaint a month ago, dismantling the importance of investigating the cause and the need for attention by the radiologist for the evaluation of tarsal coalitions since, a coalition, regardless of which bones involved, can lead to limiting symptoms.

Keywords: Tarsal bones, Tarsal coalition, Magnetic resonance imaging, Foot def


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



ISSN 1809-3019 (online)

ISSN 0101-6067 (Impresso)