Caracterização socioepidemiológica da população acometida pelo HPV e as dificuldades no manejo da doença / Socio-epidemiological characterization of the population affected by HPV and the difficulties in managing the disease

Autores

  • Érika Ferreira Marrara Faculdades Metropolitanas Unidas. São Paulo - SP - Brasil
  • Luciano Fernandes dos Santos Faculdades Metropolitanas Unidas. São Paulo - SP - Brasil

DOI:

https://doi.org/10.26432/1809-3019.2020.66.007

Resumo

Introdução: O papiloma ví­rus humano, ou HPV, é um ví­rus que infecta pele ou mucosa, transmitido por meio do contato direto, ou indireto com a área afetada. Esta infecção em sua maioria regride, porém, em seu pequeno número de casos, onde persiste, podem progredir para o câncer de colo do útero. O câncer de colo uterino é prevení­vel com associação a vacina e a realização de exames preventivos de rotina que detectam a lesão precursora. Objetivo: Realizar a análise socioepidemiológica do HPV, avaliar o perfil da população acometida pela doença e identificar os impactos no manejo da doença para entender como reduzir os números de casos. Materiais e métodos: O presente estudo se deu de modo descritivo realizado através de consultas de dados de bases cientí­ficas. Resultados: A técnica de citologia oncótica, como forma de rastreio do HPV e prevenção ao câncer de colo do útero, apresentou diversas limitações, como baixa a moderada sensibilidade, baixa reprodutibilidade e grande número de falso-negativos. O rastreio do HPV por PCR em tempo real apresentou-se como o método mais eficaz no diagnóstico do HPV por apresentar maior sensibilidade e eficiência para o rastreio. A educação sexual mostrou-se indispensável tanto para informações a respeito da doença, quanto para a prevenção. Discussão: São necessários investimentos no desenvolvimento de práticas para a promoção da saúde, além da campanha realizada atualmente para vacinação contra HPV, é preciso associar a campanhas de uso de preservativo e campanhas de incentivo a realização de exames de rastreamento, além da inclusão de educação sexual em escolas e abordagem pela famí­lia. Assim é possí­vel conscientizar a população, refletindo diretamente na redução da contaminação. Conclusão: O teste de rastreamento disponibilizado na rede pública e o acesso à informação sobre medidas de prevenção se mostraram como fatores que dificultam o manejo do HPV. Ainda com todas as informações levantadas, são necessárias mais avaliações para que assim projetos mais efetivos sejam implementados para o controle do HPV.

Palavras chave: HPV, Câncer de colo do útero, Teste de Papanicolaou, HPV, PCR, Papanicolaou

ABSTRACT

Introduction: Human papilloma virus, or HPV, is a virus that infects the skin or mucosa, transmitted through direct or indirect contact with the affected area. This infection mostly regresses, however, in its small number of cases, where it persists, it can progress to cervical cancer in women. Cervical cancer is preventable in combination with the vaccine and routine preventive examinations that detect the precursor lesion. Objective: Perform the socio-epidemiological analysis of HPV, evaluate the profile of the population affected by the disease and identify the impacts on the management of the disease for understand how to reduce number of cases. Materials and methods: The present study was carried out in a descriptive way, carried out through scientific data consultations. Results: The oncotic cytology technique, as a way of screening HPV and preventing cervical cancer, presented several limitations, such as low to moderate sensitivity, low reproducibility and a large number of false negatives. HPV screening by real-time PCR was shown to be the most effective method for diagnosing HPV because it has greater sensitivity and efficiency for screening. Sex education proved to be indispensable both for information about the disease and for prevention. Discussion: Investments are needed in the development of practices for health promotion, in addition to the campaign currently carried out for vaccination against HPV, it is necessary to associate it with campaigns of condom use and campaigns to encourage the performance of screening tests, in addition to the inclusion of sexual education in schools and family approach. Thus it is possible to raise awareness among the population, directly reflecting on the reduction of contamination. Conclusion: The screening test made available on the public network and access to information on preventive measures proved to be factors that hinder the management of HPV. Even with all the information collected, more evaluations are necessary so that more effective projects are implemented for the control of HPV.

Keywords: HVP, Cervical cancer, HPV Test, PCR, PAP smear

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-04-30

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO DE LITERATURA