Fatores de risco para a depressão pós-parto e intervenções de enfermagem para a prevenção / Risk factors for postpartum depression and nursing treatments for prevention

Autores

  • Nathalia Maria Augusto de Oliveira Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Curso de Graduação em Enfermagem. São Paulo - SP - Brasil
  • Lí­via Keismanas de Ávila Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Curso de Graduação em Enfermagem. São Paulo - SP

DOI:

https://doi.org/10.26432/1809-3019.2021.66.006

Resumo

Introdução: Durante a sua vida, as mulheres sofrem grandes mudanças que levam a diversas alterações psicobiológicas. Essas mudanças podem levar a depressão puerperal, popularmente chamada de depressão pós-parto (DPP), há muito tempo é conhecida como uma entidade mórbida comum, que afeta um alto número de mulheres em todo o mundo, tendo prevalência de até 20% nos primeiros três meses após o parto. Desta forma, é importante identificar precocemente os fatores de risco associados a esta patologia, sendo possí­vel atuar prevenindo e promovendo saúde. Objetivos: Elencar intervenções de enfermagem para prevenção da depressão pós-parto e identificar a qual fator de risco estão associadas. Método: Pesquisa descritiva, bibliográfica, de abordagem qualitativa, nas bases de dados MEDLINE, BDENF- Enfermagem, LILACS e IBECS, no mês de março de 2020. Resultados: As intervenções de enfermagem identificadas durante a leitura dos artigos foram classificadas com base no perí­odo graví­dico-puerperal e agrupadas de acordo com as categorias: Apoio Biopsicossocial, Visita domiciliar, Grupo educativo, Rastreamento de sinais, sintomas e fatores de risco da DPP, Ações na redução da violência como fator de risco para a DPP e Capacitação profissional. Conclusão: Conclui-se que as intervenções de enfermagem para a prevenção da depressão pós-parto elencadas, em sua maioria estavam relacionadas aos fatores de risco psicossociais, ou seja, os estudos analisados beneficiavam os fatores psicossociais em relação aos outros. Além disso, ficou evidente que implantar essas ações garantirá o oferecimento de uma assistência qualificada, humanizada e holí­stica as mulheres.

Palavras chave: Depressão pós-parto, Enfermagem, Prevenção primária

ABSTRACT

Introduction: During their life, women undergo great changes that lead to several psychobiological changes. These changes can lead to puerperal depression, popularly called postpartum depression (PPD), has long been known as a common morbid entity, affecting a high number of women worldwide, with a prevalence of up to 20% in the first three months after delivery. Thus, it is important to identify the risk factors associated with this pathology early, making it possible to act preventing and promoting health. Objectives: List nursing interventions to prevent postpartum depression and identify an associated risk factor are associated. Method: Descriptive, bibliographic research, with a qualitative approach, in the databases MEDLINE, BDENF- Nursing, LILACS and IBECS, in March 2020. Results: The nursing interventions identified during the reading of the articles were classified based on the puerperal pregnancy period and grouped according to the categories: Biopsychosocial support, Home visit, Educational group, Tracking of signs, symptoms and risk factors of PPD, Actions in the reduction of violence as a risk factor for PPD and professional training. Conclusion: It is concluded that the nursing interventions for the prevention of postpartum depression listed, most of them were related to psychosocial risk factors, that is, the studies analyzed benefited the psychosocial factors in relation to the others. In addition, it was evident that implementing these actions will guarantee the provision of qualified, humanized and holistic assistance to women.

Keywords: Postpartum depression, Nursing, Primary prevention

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nathalia Maria Augusto de Oliveira, Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Curso de Graduação em Enfermagem. São Paulo - SP - Brasil

Graduanda da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Publicado

2021-04-23

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO DE LITERATURA